quinta-feira, 9 de julho de 2009

Não entendo os famosos

Passeando pelo Brogui, vi isso aqui:





"Sabe por que você não consegue ver o rosto da modelo abaixo? Pois ela está usando uma bolsa anti-paparazzi, isso mesmo, o designer Adam Harvey teve a genial idéia de fazer uma bolsa que emite uma luz quando é fotografada, a bolsa tem diversos sensores que quando percebem o flash de uma máquina fotográfica, emitem essa luz que “cega” a câmera."


Agora, isso é uma coisa que eu nunca entendi e que não entra na minha cabeça:
As celebridades fazem de tudo para ficarem famosas. Vão a todas as festinhas badaladas, distribuem sorrisos falsos a torto e a direito fingindo que amam todo mundo, fazem de tudo pra aparecer, vale até participar do Big Brother. Daí, quando finalmente tem todos os holofotes virados para si, vem querer fazer c* doce, "ui, ui, ui, não tirem foto de mim, quero privacidade". Rá, vai dizer que não sabia que vida de famoso é assim mesmo?

Louvável é a atitude de Tom Cruise, que até ajudou um paparazzi que caiu na rua ao tentar tirar fotos dele.
Não estou defendendo os paparazzi, com certeza eles passam dos limites, como no caso da Lady Di.
Mas se esses fotógrafos fazem isso, é porque com certeza tem demanda. Enquanto tiver gente querendo ver uma foto de Angelina Jolie em sua privacidade, por exemplo, vai ter um paparazzi espiando a varanda dela.

E enquanto tiverem pessoas públicas que não querem se expor ao público, continuarei não entendendo os famosos.

5 comentários:

rafa disse...

Será que essa bolsa "anti-paparazzi" não é uma outra forma de aparecer? Pq a pessoa que tirou a foto sabe muito bem quem era e a ft pode estar estampada em diversos meios de comunicação com o título " fulano de tal usa bolsa contra fotógrafo". No mundo das celebridades sempre há mais de uma intenção, pois a maioria que vive na mídia dizendo que quer privacidade, manda seu assessor jogar uma notícia falsa para a imprensa.
Muito legal seu blog!!

=Deyse disse...

Hehe falou tudo...
Obrigada pelo elogio :D

wolf disse...

Só porque o interesse público se voltou à mim, eu me torno público? Nada mais me será individual, mas o pessoal tem que se tornar necessariamente social?

=Deyse disse...

Se você fez de tudo para que o interesse público se voltasse a você, sim. Sempre vai ter alguém querendo saber da sua vida pessoal.

wolf disse...

Como diz o trocadilho daquela frase, "em 15 minutos, todos seremos famosos", ou então "todos teremos 15 minutos de privacidade".