quinta-feira, 25 de junho de 2009

Acho que estou ficando velha

Acho que não sou mais adolescente. Tá, 22 anos não é idade de adolescente, eu sei. Mas ainda me sinto como uma adolescente, mesmo aos 22 anos - indecisa, confusa, imatura.

Vejo desabafos em blogs de adolescentes, sobre espinhas, namoro, escolha da faculdade... E agora percebi: já passei por todos os problemas que vejo nesses blogs:

Espinhas - Usei tudo o que existe contra espinha durante dez anos: Acnase, água de arroz, esfoliação com fubá. Fui em dermatologista, em benzedeiro, fiz simpatias. Descobri que era um problema de hormônios aos 21 anos.

Rebeldia - Já odiei todos, já fui poser, já bati a porta na cara da minha mãe, já odiei meus pais.

Carteira de motorista - Eu era a barbeira da auto-escola. Derrubei a moto no oito, a moto caiu da rampa, quase matei o meu instrutor de carro. Mas passei nas duas provas práticas sem reprovar. Moleza. Agora, sou a barbeira do trânsito.

Escolha da profissão e da faculdade - A mais difícil. Comecei pelo curso errado, fiz dois anos de algo que não gostava, agora estou no curso e na profissão que amo de paixão.

Querer sair da casa dos pais - Independência? Sair a hora que quer? Ser dono do próprio nariz? FAIL! Continuo dependendo do dinheiro deles e não tenho tempo nem de lavar minhas meias. Que saudade da comida da minha mãe...

Achar que sou incompreendida - Quando na verdade, a gente é que não compreende.

Crise de identidade - Ainda não resolvido.

O tempo passa e a gente nem vê. Essas coisas pareciam o fim do mundo na época, e olhando pra trás, vejo que os problemas não são um bicho de sete cabeças. A adolescência é que é.

Cada vez a vida nos prepara para coisas piores. Enfrentar uma espinha no rosto agora é fácil, difícil é enfrentar um chefe. Querer sair da casa dos pais é fácil, difícil é ter cabeça para aguentar o tranco.

Nossa, esse último parágrafo ficou muito de adulto, tipo quando o pai dá uma bronca. Realmente, estou ficando velha...

6 comentários:

Rodrigo - Rock disse...

Vida de trabalhador é foda, mais fazer o que né, nascemos só pra se fuder, vi que vc tava falando de espinhas e por coincidencia eu tava falando numa postagem do meu outro blog e no domingo eu vou publicar nesse tambem, é que eu vou tomar roacutan pra acabar de vez com minha tambem, e obrigado por comentar e sempre que quiser pode comentar, as portas estão sempre abertas.

=Deyse disse...

Pode deixar! O seu blog foi um dos que inspirou esse post.

Diego Souza disse...

Falou tudo, a vida nos prepara com desafios simples para aqueles cabeludos que temos a certeza de ter de enfrentar um dia

Excelente blog! Adicionei nos favoritos...

=Deyse disse...

Exatamente isso que eu queria dizer.

E muitíssimo obrigada pelo elogio!
:D

Wolf disse...

"Im twenty two, dont know what Im supposed to do
Or how to be to get some more out of me
Im twenty two, so far away from all my dreams
Im twenty two, feeling blue" (Millencolin)

Video: http://www.youtube.com/watch?v=Us1npJ1TFAI

Deyse disse...

Isso estava nas entrelinhas? Ou os 22 anos são coinscidência?